O que causa a sensibilidade nos dentes?

O que causa a sensibilidade nos dentes?

Morder um picolé ou tomar uma bebida gelada: só de ler isso, pode ser que você já tenha sentido um arrepio na nuca só de imaginar a sensação nada prazerosa da sensibilidade nos dentes.

Também conhecida como hipersensibilidade dentinária, a sensibilidade nos dentes é um problema comum a muitos pacientes. Trata-se de uma condição que se desenvolve ao longo do tempo, e pode ser causada por alguns motivos.

O dente possui uma área externa mais resistente, chamada de esmalte, e uma que fica logo abaixo, chamada dentina, que é uma parte mais macia. A dentina é ligada ao canal do dente por pequenos canais microscópicos.

A retração da gengiva ou o desgaste do esmalte dos dentes podem levar à exposição da dentina. Por ela ser ligada ao canal do dente, os nervos são ativados quando a pessoa ingere algo muito gelado, o que causa aquela dor aguda – e nada agradável.

Tanto a retração da gengiva quanto o desgaste do esmalte são causadores da sensibilidade, mas são condições que podem ser evitadas ou amenizadas. Por exemplo: o bruxismo desgasta o esmalte porque o ranger dos dentes é feito com muita força, sem que o paciente perceba. Mas uma escovação forte e frequente também pode fazer com que o esmalte do dente seja prejudicado.

Como mais de um fator pode levar à sensibilidade, o paciente precisa ter saúde bucal em dia, alimentação apropriada, visitas regulares ao dentista e higiene bem feita. E mesmo assim pode ser que ele continue apresentando os sintomas!

Porém, é possível evitar ou amenizar a sensibilidade, tomando cuidado ao escovar os dentes e passar fio dental, por exemplo. Inflamações na gengiva também merecem atenção e precisam de uma avaliação do dentista, já que elas podem levar à retração da gengiva.

No caso dos pacientes com bruxismo, é possível utilizar uma placa para a proteção dos dentes, que deve ser usada durante o sono ou até mesmo em momentos de grande tensão.

Ao apresentar a sensibilidade, procure um dentista para entender as causas. É possível que uma simples mudança de hábitos seja suficiente para diminuir consideravelmente o incômodo. O seu dentista pode indicar o melhor tipo de escova ou pasta e ensinar a escovar e passar o fio dental da maneira ideal, sem machucar a gengiva ou desgastar os dentes. Além disso, existem cremes dentais específicos para sensibilidade, sendo que, em casos extremos, o dentista pode aplicar produtos específicos no consultório.

É possível que um paciente sinta a sensibilidade ao fazer clareamento dental. Neste caso, o sintoma possui outra causa, já que houve exposição a outros tipos de compostos e tratamentos.

O gel clareador (peróxido de hidrogênio ou carbamida) age sobre o dente, o que pode levar à sensibilidade. Porém, essa reação não é permanente, durando até sete dias após o fim do tratamento.

Portanto, sempre que apresentar a sensibilidade, procure seu dentista para entender as causas desse sintoma e chegar à melhor solução!

0 visualização

Onde estamos:

Augusta

R. Augusta, 1931

Próxima aos Metrôs Consolação e Paulista

Fone: (11) 3090-0282

 

Itaim Bibi

R. João Cachoeira, 366

Fone : (11) 3078-0487 

 

Paraíso

Av. Bernardino de Campos, 331

Próximo ao Metrô Paraíso

Fone: (11) 3288-2388

 

​Pinheiros

R. dos Pinheiros, 741

Próximo ao metrô Fradique Coutinho.

Fone: (11) 3530-1791

 

Vila Olímpia

Av. Dr. Cardoso de Melo, 1671

Loja 9 (piso superior)

Fone: (11) 3846-2401 

Logo_versões_RGB-05 (1).png

venha ver nossos sorrisos!

  • Facebook
  • Instagram

@elevel.oficial

 RT- YARA DE SOUSA BARRETO/95743 - CRO CL – 500 - 21202 

© 2020 by Jumpermkt